02/10/2013
SUPERTELE BRASILEIRA", A OI AGORA É PORTUGUESA


SUPERTELE BRASILEIRA


Portugal Telecom está assumindo o controle da Oi, que foi fruto da fusão entre as empresas Telemar e Brasil Telecom; negócio que injetará R$ 7 bilhões na empresa nacional; tais recursos permitirão a saída dos atuais sócios privados Sergio Andrade, da Andrade Gutierrez, e Carlos Jereissati, do grupo La Fonte; criação da "supertele" foi um dos negócios mais polêmicos do governo Lula; executivo Zeinal Bava, da Portugal Telecom, já dá as cartas na operadora, que ainda não conseguiu deslanchar no mercado brasileiro, e diz que a empresa estará entre "as maiores do mundo"
2 DE OUTUBRO DE 2013 ÀS 08:00

247 - A criação da "supertele brasileira", fruto da fusão entre as empresas Oi (antiga Telemar) e Brasil Telecom, num dos mais controversos negócios apoiados pelo governo Lula, termina de forma também polêmica.

Nesta quarta-feira, a Oi anuncia sua fusão com a Portugal Telecom, o que, na prática, dará o controle da supertele brasileira aos portugueses, que já vinham comandando a empresa por meio do executivo Zeinal Bava.

Com a operação, que injetará R$ 7 bilhões na Oi, sairão do negócio os atuais sócios privados, Sergio Andrade, da Andrade Gutierrez, e Carlos Jereissati, do grupo La Fonte.

Abaixo, a notícia que acaba de ser publicada pela Reuters:

SÃO PAULO, 2 Out (Reuters) - A Oi e a Portugal Telecom anunciaram nesta quarta-feira acordo preliminar para uma fusão de suas operações que prevê um aumento de capital de pelo menos 7 bilhões de reais na operadora brasileira.

A operação criará a CorpCo, uma multinacional com cerca de 100 milhões de clientes e permitirá captura de sinergias de cerca de 5,5 bilhões de reais, afirmaram os grupos.

O acordo acontece pouco tempo depois de a Oi ter feito grande corte em sua política de dividendos, pressionada por uma dívida líquida de quase 30 bilhões de reais e necessidade de acelerar investimentos no país.

Segundo os termos do acordo, além da incorporação da Portugal Telecom, haverá um aumento de capital mínimo da Oi de 7 bilhões de reais, "com objetivo de alcançar 8 bilhões de reais, em dinheiro, com vistas a melhorar a flexibilidade do balanço da CorpCo".

As companhias afirmaram que os atuais acionistas da TelPart (Telemar Participações) e um veículo de investimento administrado e gerido pelo BTG Pactual, participarão da operação de aumento de capital com subscrição de cerca de 2 bilhões de reais.

A CorpCo terá ações listadas no segmento Novo Mercado da BM&FBovespa, na bolsa de Nova York e na NYSE Euronext Lisbon. A Oi será uma subsidiária integral da CorpCo, que vai incorporar a Portugal Telecom.

Cada ação ordinária da Oi será substituída por 1 ação ordinária da CorpCo. No caso dos papéis preferenciais, cada 1,0857 ação preferencial da Oi será substituída por 1 ação ordinária da CorpCo.

(Por Alberto Alerigi Jr.; Edição de Alexandre Caverni)

Leia ainda reportagem com as declarações de Zeinal Bava:

CEO da Oi diz que nova empresa estará entre as maiores do mundo

LISBOA, 2 Out (Reuters) - A CorpCo, empresa que será criada com a fusão da Oi com a Portugal Telecom, tem a ambição de estar entre as maiores do mundo, com significativo potencial de crescimento no Brasil, disse o presidente-executivo da Oi e da PT Portugal, que confia na redução da dívida do grupo e melhoria de flexibilidade financeira.
A Portugal Telecom e a Oi assinaram um memorando de entendimento para uma fusão, que fez a ação da empresa portuguesa chegar a disparar mais de 20 por cento dado o reforço da posição estratégica, numa operação que envolverá um aumento de capital de um mínimo de 7 bilhões de reais na operadora brasileira.

"A ambição é estar entre os maiores players globais, assumindo uma vocação multinacional, desde a primeira hora, num setor em profunda transformação e afirmando-se como uma referência em termos de inovação tecnológica, excelência operacional e criação de valor acionista", disse Zeinal Bava, em declarações escritas enviadas à Reuters.

(Por Sérgio Gonçalves)

Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter



Sindicato dos Trabalhadores em Hotéis,
Bares e Restaurantes de Serra Negra

Rua Duque de Caxias 135
Sala 01 - CEP: 13930-000
Tel: 19 3892-6039
Email: contato@sechssn.com.br