06/11/2013
SERRA SOBRE MAIS MÉDICOS: "TODO MUNDO DE ACORDO"


SERRA SOBRE MAIS MÉDICOS:


Ex-ministro da Saúde do governo FHC, que se notabilizou pelos genéricos e pela quebra de patentes da Aids, José Serra defende, pela primeira vez, o programa que pode dar uma marca poderosa ao ministro Alexandre Padilha, do PT, que enfrentará os tucanos em São Paulo em 2014; "Falar de crescimento com qualidade é como defender a água encanada ou o Mais Médicos, tá todo mundo de acordo"; em debate sobre os desafios da política econômica, nesta tarde, o tucano fez críticas aos investimentos do País e ao baixo crescimento da economia; "O crescimento acelerado é fundamental", disse
6 DE NOVEMBRO DE 2013 ÀS 16:37

247 – Aspirante à vaga de candidato à Presidência da República pelo PSDB, o ex-governador de São Paulo José Serra fez hoje uma defesa importante. Pela primeira vez, falou positivamente sobre o programa Mais Médicos, do governo federal, que deverá ser uma forte marca não apenas da presidente Dilma Rousseff, mas principalmente do atual ministro da Saúde e candidato ao governo paulista em 2014, Alexandre Padilha (PT).

"Falar de crescimento com qualidade é como defender a água encanada ou o Mais Médicos, tá todo mundo de acordo", disse Serra, que foi ministro da Saúde do governo Fernando Henrique Cardoso, se notabilizando pelos genéricos e pela quebra de patentes de medicamentos contra o vírus da Aids. O tucano participa, nesta tarde, de uma teleconferência organizada pela consultoria GO Associados, transmitida pela internet.

Após a apresentação da palestra "Tendências da conjuntura e desafios para a política econômica", o evento foi aberto a perguntas, e Serra fez duras críticas aos investimentos feitos pelo governo federal e ao baixo crescimento da economia. Há "economistas bem formados, com muita qualidade, flertando com a tese de que o crescimento não precisa ser tão rápido no Brasil", disse ele, rebatendo em seguida: "Mas o crescimento acelerado é fundamental".

Ele também atacou o que considera a falta de investimento nos transportes e classificou de "loucura" o projeto do chamado 'trem-bala', trem de alta velocidade entre Rio de Janeiro, São Paulo e Campinas. "Tem que investir em metrô. Muitas cidades não têm e as cidades que têm precisam de mais. Essa é uma fonte de investimento que eu prego há mais de dez anos, mas que nunca se efetivou. São só grandes anúncios na agora chamada 'mobilidade urbana'".

Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter



Sindicato dos Trabalhadores em Hotéis,
Bares e Restaurantes de Serra Negra

Rua Duque de Caxias 135
Sala 01 - CEP: 13930-000
Tel: 19 3892-6039
Email: contato@sechssn.com.br