15/04/2014
DIAS VÊ OBJETIVO ELEITORAL EM CASO DO IBGE


DIAS VÊ OBJETIVO ELEITORAL EM CASO DO IBGE - IMAGEM 1


Decisão de suspender a divulgação da Pnad Contínua até 2015 levou ao pedido de demissão de duas diretoras do IBGE e a divulgação de uma carta em que técnicos do IBGE defendem a metodologia usada na pesquisa; “É difícil esconder aí um objetivo eleitoral escuso, esconder os números da realidade, já que o governo procura nas ações administrativas que desenvolve e sobretudo através da comunicação oficial dourar a pílula. Porque estamos num ano eleitoral e os números negativos não podem ser apresentados à sociedade já que significarão desgaste para quem ocupa o governo”, disse o senador do PSDB-PR, Alvaro Dias
15 DE ABRIL DE 2014 ÀS 06:05

Agência Senado - O senador Alvaro Dias (PSDB-PR) criticou a decisão do IBGE de suspender a divulgação dos resultados trimestrais da Pnad Contínúa, nova pesquisa que mede indicadores sociais e a situação do mercado de trabalho, apresenta a situação do mercado de trabalho. Para o senador, a suspensão tem cunho eleitoral.

A decisão de suspender a divulgação da Pnad Contínua até 2015 levou ao pedido de demissão de duas diretoras do IBGE e a divulgação de uma carta em que técnicos do IBGE defendem a metodologia usada na pesquisa.

Alvaro Dias comentou editorial publicado nesta segunda-feira (14) no jornal O Estado de S. Paulo, segundo o qual a suspensão mostra que o governo do PT não hesitará em intervir em qualquer órgão público para evitar a divulgação de resultados econômicos que possam causar danos à campanha da presidente Dilma Rousseff à reeleição.

- É difícil esconder aí um objetivo eleitoral escuso, esconder os números da realidade, já que o governo procura nas ações administrativas que desenvolve e sobretudo através da comunicação oficial dourar a pílula. Porque estamos num ano eleitoral e os números negativos não podem ser apresentados à sociedade já que significarão desgaste para quem ocupa o governo - disse Alvaro Dias, lembrando que a Pnad contínua apontou desemprego de 7,1% em 2013, enquanto a pesquisa mensal de emprego do próprio IBGE indica cerca de 5%.
Alvaro afirmou que, em pesquisa recente no Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, a maioria dos entrevistados considerou que o país não está "no caminho certo". Para o senador, isso demonstra uma insatisfação com o governo.
Universidade de Londrina

Alvaro Dias também pediu um voto de aplauso à Universidade Estadual de Londrina, no Paraná, por estar entre as 200 melhores instituições de ensino superior do mundo nas áreas de agricultura e silvicutura.

Segundo ele, a UEL, fundada há 43 anos, ficou na 132ª posição, à frente de instituições nacionais e estrangeiras que atuam há mais tempo na área, como as universidades de Milão e de Florença, na Itália, e as de Valencia e Sevilha, na Espanha.

Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter



Sindicato dos Trabalhadores em Hotéis,
Bares e Restaurantes de Serra Negra

Rua Duque de Caxias 135
Sala 01 - CEP: 13930-000
Tel: 19 3892-6039
Email: contato@sechssn.com.br