25/04/2014
SP QUER LEVAR ACRE À OEA POR DEPORTAR HAITIANOS


SP QUER LEVAR ACRE À OEA POR DEPORTAR HAITIANOS - IMAGEM 1


Secretária de Estado da Justiça e da Defesa da Cidadania, Eloisa de Souza Arruda, classificou como ‘violação da dignidade’ a deportação de cerca de 400 refugiados do Haiti para São Paulo, sem local de hospedagem previsto; autoridades do Acre ironizaram Estado, dizendo que os próximos imigrantes serão enviados com ‘garrafa de água’, em referência à crise do Sistema Cantareira
25 DE ABRIL DE 2014 ÀS 09:04

247 – Em queda de braço sobre os refugiados do Haiti, a secretária de Estado da Justiça e da Defesa da Cidadania, Eloisa de Souza Arruda, cogita denunciar o Acre à Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) - entidade da Organização dos Estados Americanos (OEA).

Cerca de 400 refugiados do Haiti foram deportados para São Paulo nos últimos 15 dias, sem local de hospedagem previsto. Eles estavam alojados em um abrigo de Brasileia, cidade de 22 mil habitantes no sul do Acre.

Eloisa classificou ação como "violação da dignidade" dos haitianos.

Em resposta, autoridades do Acre ironizaram SP dizendo que dar garrafas d’água para os imigrantes que ainda serão enviados, em referência à crise hídrica do Sistema Cantareira.

No Facebook, o governador do Acre, Tião Viana (PT), também criticou o governo de Alckmin. "Após mais de três anos da nossa ajuda humanitária, com apoio de alguns ministérios, quando 200 tiveram dificuldades ao passar em São Paulo, o preconceito aparece", disse.

Compartilhar Facebook Compartilhar Twitter



Sindicato dos Trabalhadores em Hotéis,
Bares e Restaurantes de Serra Negra

Rua Duque de Caxias 135
Sala 01 - CEP: 13930-000
Tel: 19 3892-6039
Email: contato@sechssn.com.br